Maria Luis capa_blog
Conte-nos o seu percurso e a razão pela qual escolheu a sua especialidade.:

Sou Homeopata.
Em 2003 tive a minha 1ª experiência com a Homeopatia enquanto mãe para poder ajudar os meus filhos com problemas como infeções recorrentes, otites, problemas gastrointestinais, febre, eczemas, etc.
Em 2014, iniciei os meus estudos de Homeopatia Clássica na escola International-Academy-of-Classical-Homeopathy e descobri o meu propósito de vida: “Ajudar os outros a encontrarem o seu equilíbrio a nível físico, emocional e mental” de uma forma natural, respeitando o ser que são.

Que tratamentos realiza no seu dia-a-dia e qual o impacto nos seus pacientes?:

No meu dia a dia, dou Consultas de Homeopatia Clássica e Consultas de Apoio Pessoal terapêutico Homeopático. É muito importante conhecer as causas e os porquês de muitos dos nossos sintomas. Atrás de um sintoma físico, existem sintomas emocionais e mentais associados, aos quais muitas vezes não é dada importância.
A Homeopatia ajuda as pessoas com as suas doenças agudas e crónicas com bastante sucesso. No caso das doenças agudas vemos uma recuperação bastante rápida. Enquanto que nos casos crónicos, a recuperação vai depender do estado do mecanismo de defesa, da predisposição hereditária, do estilo de vida, entre outros. Os remédios homeopáticos são extremamente seguros e não apresentam efeitos secundários indesejáveis, podendo ser utilizados em conjunto com a medicação alopática, sem que existam interações medicamentosas prejudiciais.
Quando um organismo doente é tratado com o medicamento homeopático correto, o paciente não só experimenta um alívio dos sintomas, como tem também a sensação de que a vida volta a fluir harmoniosamente no seu corpo.

Qual o seu principal target e que tratamentos têm mais procura?:

A Homeopatia consegue ter efeitos positivos em ambos os sexos e em todas as idades. Verifica-se a procura da Homeopatia para diversas patologias, entre as quais se incluem: Problemas digestivos; Infeções urinárias, Anemia; Alergias; Asma; Ataques de Pânico; Stress e Ansiedade; Constipação; Depressão; Enxaquecas; Doenças autoimunes; Menopausa; Otites; Amigdalites; Obstipação; Diarreia; Rinite; Sinusite; Insónias; Falta de concentração, Hiperatividade; SPM (Síndroma pré-menstrual), Dismenorreia, Amenorreia, entre outras.

Que alterações tem vindo a observar na sua atividade profissional ao longo do seu percurso (por exemplo, procura, necessidades dos pacientes, intervenção do digital)?:

A procura da Homeopatia tem vindo a crescer nestes últimos tempos. As pessoas preocupam-se mais com a sua saúde e procuram fazê-lo de uma forma mais saudável.
Muitas vezes também a medicina convencional não dá resposta a muitos problemas que existem e as pessoas começam a se questionar se não haverá outra alternativa de cura.
O cuidar de si de uma forma mais natural, com produtos sem químicos, sem agredir o nosso corpo tem tido influência nessa procura. Tem existido muita procura para ajuda de situações agudas. Em situações crónicas, as doenças auto imunes, as Depressões, Ansiedade, Fobias, Ataques de pânico têm tido uma procura maior.
A ajuda através da intervenção digital também tem sofrido uma procura elevada. As pessoas sentem-se mais seguras fazendo as suas consultas desse modo.

Em que medida o digital favorece o contacto e acompanhamento dos seus pacientes?:

O Digital tem vindo a facilitar as consultas. Deste modo, é possível chegar a um maior número de pessoas, com horários mais flexíveis e com maior segurança. Podemos, desta forma, chegar a pessoas de localidades distantes. Os resultados dos tratamentos apesar da distância têm sido muito positivos.

 

Artigos Recentes
Maria Luis capa_blog
A Terapeuta Maria Luís Lopes já está Disponível Para Marcações na Doctorino!
"Ajudar os outros a encontrarem o seu equilíbrio a nível físico, emocional e mental de...
acne capa
Acne: saiba tudo, o que é e como tratar
A acne é provavelmente a doença da pele mais comum na vida dos portugueses. A...
importância da vacinação capa
Importância da Vacinação – 5 razões para se vacinar contra a Covid-19
Como é sabido, a vacina contra a covid-19 não é obrigatória, sendo por isso o...