psoríase

Psoríase: sabe como lidar com esta doença crónica

A psoríase é uma doença de pele crónica, geralmente caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas com placas brancas. Este problema atinge aproximadamente 250 mil portugueses e deve-se a um crescimento anormalmente elevado das células da pele.

Esta patologia pode manifestar-se por quadros mais ligeiros ou mais severos. As regiões do corpo mais afetadas são, normalmente, o couro cabeludo, os cotovelos e os joelhos. É importante sublinhar que esta doença não é contagiosa, apesar de estar envolta em muito estigma e de poder prejudicar a auto-estima dos pacientes.

psoríase

Psoríase: sabe como Lidar com esta Doença Crónica

Há diferentes tipos de psoríase. Entre os mais comuns, está a tipologia que afeta o couro cabeludo, a qual é mais prevalente em pessoas com menos de 40 anos de idade. Entre os seus principais sintomas estão: comichão, grandes lesões, pele avermelhada, caspa e descamação. 

Também comum é a psoríase vulgar, caraterizada por lesões com relevo, vermelhas e cobertas por uma espécie de escama prateada. As zonas mais atingidas são: cotovelos, joelhos, região lombar, couro cabeludo, costas, nádegas, sobrancelhas, unhas, axilas e umbigo.

psoríase
Fatores de risco

Esta é uma doença que pode afetar qualquer pessoa, embora haja algumas condições que podem potenciar o surgimento deste problema, tais como:

  • Possuir história familiar da doença;
  • Ter infeções na garganta e de pele;
  • Ter pele clara;
  • Possuir lesões na pele, como feridas, queimaduras do sol ou outras;
  • Sentir stress;
  • Estar sujeito a variações climáticas;
  • Viver em ambientes com fumo;
  • Tomar certos tipos de medicamentos, como antidepressivos;
  • Consumir álcool em excesso;
  • Sofrer de alterações do metabolismo.
Sintomas

Já adiantámos alguns dos sintomas mais caraterísticos da psoríase, sendo alguns dos principais:

  • Lesões avermelhadas na pele, cobertas por uma placa branca e descamativa;
  • Pequenas manchas vermelhas pelo corpo;
  • Pele seca, que sangra facilmente;
  • Unhas espessas, esfareladas, amareladas, descoladas e com pequenos furos na superfície;
  • Inchaço nas articulações;
  • Articulações doridas;
  • Placas e descamações no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.
psoríase
psoríase
Tratamento

A psoríase não tem cura, mas é possível controlar os seus sintomas

Na maior parte dos casos, as lesões são ligeiras e a terapêutica passa pela aplicação local de champô, loções, cremes ou pomadas, como emolientes, corticosteroides tópicos, análogos da vitamina D, alcatrão ou ditranol.

Outra opção terapêutica é a helioterapia, isto é, a exposição à luz solar (com proteção e dentro dos horários mais seguros, claro); a fototerapia; e o laser.

Nas situações mais graves, pode ser preciso tomar medicamentos sistémicos (orais ou injetáveis).

Prevenção das crises

Existem ainda cuidados que permitem prevenir crises associadas a esta doença. Algumas dessas precauções são:

  • Hidratar bem a pele;
  • Evitar fazer esfoliações;
  • Fazer exposição solar durante 10 minutos, entre as 10h e as 16h;
  • Tomar banhos rápidos, com água tépida e sabonetes neutros;
  • Limpar o corpo com toalhas macias e sem esfregar.

Podes ficar a saber mais sobre esta e outras doenças de pele no nosso artigo sobre as 7 doenças de pele mais comuns que deves conhecer.

Se consideras que tens lesões que possam configurar um quadro de psoríase, então tira as atuas dúvidas. Vai a doctorino.pt e agenda uma consulta de dermatologia.

psoríase
Artigos Recentes
Maria Luis capa_blog
A Terapeuta Maria Luís Lopes já está Disponível Para Marcações na Doctorino!
"Ajudar os outros a encontrarem o seu equilíbrio a nível físico, emocional e mental de...
acne capa
Acne: saiba tudo, o que é e como tratar
A acne é provavelmente a doença da pele mais comum na vida dos portugueses. A...
importância da vacinação capa
Importância da Vacinação – 5 razões para se vacinar contra a Covid-19
Como é sabido, a vacina contra a covid-19 não é obrigatória, sendo por isso o...