psoríase

Psoríase: sabe como lidar com esta doença crónica

A psoríase é uma doença de pele crónica, geralmente caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas com placas brancas. Este problema atinge aproximadamente 250 mil portugueses e deve-se a um crescimento anormalmente elevado das células da pele.

Esta patologia pode manifestar-se por quadros mais ligeiros ou mais severos. As regiões do corpo mais afetadas são, normalmente, o couro cabeludo, os cotovelos e os joelhos. É importante sublinhar que esta doença não é contagiosa, apesar de estar envolta em muito estigma e de poder prejudicar a auto-estima dos pacientes.

psoríase

Psoríase: sabe como Lidar com esta Doença Crónica

Há diferentes tipos de psoríase. Entre os mais comuns, está a tipologia que afeta o couro cabeludo, a qual é mais prevalente em pessoas com menos de 40 anos de idade. Entre os seus principais sintomas estão: comichão, grandes lesões, pele avermelhada, caspa e descamação. 

Também comum é a psoríase vulgar, caraterizada por lesões com relevo, vermelhas e cobertas por uma espécie de escama prateada. As zonas mais atingidas são: cotovelos, joelhos, região lombar, couro cabeludo, costas, nádegas, sobrancelhas, unhas, axilas e umbigo.

psoríase
Fatores de risco

Esta é uma doença que pode afetar qualquer pessoa, embora haja algumas condições que podem potenciar o surgimento deste problema, tais como:

  • Possuir história familiar da doença;
  • Ter infeções na garganta e de pele;
  • Ter pele clara;
  • Possuir lesões na pele, como feridas, queimaduras do sol ou outras;
  • Sentir stress;
  • Estar sujeito a variações climáticas;
  • Viver em ambientes com fumo;
  • Tomar certos tipos de medicamentos, como antidepressivos;
  • Consumir álcool em excesso;
  • Sofrer de alterações do metabolismo.
Sintomas

Já adiantámos alguns dos sintomas mais caraterísticos da psoríase, sendo alguns dos principais:

  • Lesões avermelhadas na pele, cobertas por uma placa branca e descamativa;
  • Pequenas manchas vermelhas pelo corpo;
  • Pele seca, que sangra facilmente;
  • Unhas espessas, esfareladas, amareladas, descoladas e com pequenos furos na superfície;
  • Inchaço nas articulações;
  • Articulações doridas;
  • Placas e descamações no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.
psoríase
psoríase
Tratamento

A psoríase não tem cura, mas é possível controlar os seus sintomas

Na maior parte dos casos, as lesões são ligeiras e a terapêutica passa pela aplicação local de champô, loções, cremes ou pomadas, como emolientes, corticosteroides tópicos, análogos da vitamina D, alcatrão ou ditranol.

Outra opção terapêutica é a helioterapia, isto é, a exposição à luz solar (com proteção e dentro dos horários mais seguros, claro); a fototerapia; e o laser.

Nas situações mais graves, pode ser preciso tomar medicamentos sistémicos (orais ou injetáveis).

Prevenção das crises

Existem ainda cuidados que permitem prevenir crises associadas a esta doença. Algumas dessas precauções são:

  • Hidratar bem a pele;
  • Evitar fazer esfoliações;
  • Fazer exposição solar durante 10 minutos, entre as 10h e as 16h;
  • Tomar banhos rápidos, com água tépida e sabonetes neutros;
  • Limpar o corpo com toalhas macias e sem esfregar.

Podes ficar a saber mais sobre esta e outras doenças de pele no nosso artigo sobre as 7 doenças de pele mais comuns que deves conhecer.

Se consideras que tens lesões que possam configurar um quadro de psoríase, então tira as atuas dúvidas. Vai a doctorino.pt e agenda uma consulta de dermatologia.

psoríase
Artigos Recentes
doenças neurodegenerativas
Há mais de 600 doenças neurodegenerativas. Percebe as suas principais consequências
Há mais de 600 doenças neurodegenerativas, sendo as mais conhecidas Huntington, Parkinson e Alzheimer (esta...
doenças autoimunes
Sabes o que são doenças autoimunes? Nós explicamos
Numa doença autoimune, é o próprio sistema imunitário que agride o corpo. Por isso, nestes...
prevenção da anemia
Conhece os sintomas e modos de prevenção da anemia
A anemia é uma condição que se caracteriza por um conteúdo reduzido de hemoglobina no...