dietas

Mitos e Verdades sobre Dietas que vais gostar de conhecer

O tema da alimentação saudável e das dietas entrou no nosso quotidiano de forma profunda e recorrente nos últimos anos. Subitamente, todos nos tornámos, de um modo geral, peritos e entendidos em nutrição.

Contudo, também há muita desinformação quando o assunto é comer bem e de forma equilibrada. São vários os mitos em torno deste tema e alguns deles podem mesmo surpreender-te. Não acreditas? Descobre, então, alguns mitos e verdades sobre as dietas.

dietas

Mitos e verdades sobre as dietas que vais gostar de conhecer

dietas
Comer bem, pouco e várias vezes ao dia é saudável.

Esta afirmação é verdadeira e a explicação é simples. Omitir refeições vai potenciar exageros na hora de te sentares à mesa e vai fazer com que o teu corpo absorva de uma forma menos seletiva os componentes dos alimentos, pois não consegue estabilizar os seus níveis de glicemia.

Assim, o ideal é fazer uma média de 5 a 6 refeições diárias, sempre ricas em alimentos nutritivos e pobres em gordura.

O chá verde contribui para a perda de peso.

Sim, o chá verde ajuda a emagrecer, pois possui antioxidantes, cafeína e catequinas, substâncias que aceleram o metabolismo, diminuem a gordura corporal e desintoxicam o organismo.

Comer depressa engorda.

Sim, na medida em que não damos ao nosso corpo o tempo devido para ele se sentir saciado, o que faz com que acabemos por comer mais e, assim, poder ganhar peso.

A fast food pode ser saudável.

É verdade. Hoje em dia, as cadeias de fast food já incluem nas ementas opções equilibradas, como sopas, saladas, grelhados e fruta. Tudo depende das escolhas feitas.

O chocolate faz bem e não engorda.

Tudo depende do modo como for consumido. Muitos especialistas, recomendam mesmo a ingestão de 25g a 30g de chocolate negro por dia.

A carne vermelha é prejudicial para o organismo.

Esta afirmação não é verdadeira. Se for ingerida de forma moderada, a carne vermelha também pode trazer benefícios para o organismo. Por exemplo, ela é muito rica em proteína, ferro e zinco, nutrientes importantes para o bom funcionamento do nosso corpo. 

Além de regrares o consumo desta proteína, deves privilegiar partes desta carne com menos gordura, para que ela seja mais saudável.

As massas engordam.

As massas são uma importante fonte de energia e um excelente hidrato de carbono. O que as pode tornar realmente calóricas é a quantidade ingerida e, também, os ingredientes e molhos que lhe são adicionados. Assim, deves privilegiar a junção de uma proteína e de uma fonte de fibras, optando sempre por molhos naturais.

Beber água morna em jejum ajuda a perder barriga.

A gordura corporal, inclusive da região abdominal, é explicada pela relação entre as calorias consumidas versus as calorias gastas. Logo, a água morna em jejum não fará diferença neste aspeto.

dietas
dietas
A pílula aumenta a gordura corporal.

A pílula não produz gordura corporal. Ela pode contribuir, sim, para a retenção de líquidos e para o inchaço, o que, por sua vez, pode causar algum aumento de peso.

Fazer jejum ajuda a perder peso.

Além do jejum poder prejudicar, de várias maneiras, o funcionamento do nosso organismo, ele não ajuda a emagrecer. Isto, porque quando o nosso corpo não recebe os nutrientes de que precisa, o nosso organismo ativa uma espécie de modo de poupança de energia, desacelerando o metabolismo. Logo, as reservas de gordura vão ser conservadas pelo máximo de tempo possível.

Beber água durante a refeição faz ganhar peso.

Pelo contrário, ingerir água durante a refeição ajuda no processo digestivo, ao facilitar a deglutição e a lubrificação dos alimentos. A água não possui açúcares, nem outros aditivos, pelo que não representa uma fonte de calorias.

Tomar suplementos vitamínicos engorda.

Os suplementos, por si só, não engordam. Eles podem sim ajudar a aumentar o apetite e, nesse caso, há que ser criterioso na quantidade e qualidade dos alimentos ingeridos.

Comer à noite engorda.

Em termos de alimentação, a diferença entre a noite e o dia prende-se mais com o nosso ritmo de vida, o qual se vai refletir no nosso metabolismo que é mais lento à noite. Por esse motivo, ao jantar, não precisamos de comer tanto, pois também não vamos ter atividade suficiente para queimar todas as calorias ingeridas. Assim, à noite, deves preferir refeições leves e de fácil digestão.

Tens dúvidas sobre alimentação? Quer perder alguns quilos, mas não sabes como delinear uma dieta saudável e que se adapte aos teus gostos e ao teu estilo de vida? 

Não esperes mais! Vai a doctorino.pt e marca já a tua consulta de nutrição!

dietas
Artigos Recentes
doenças neurodegenerativas
Há mais de 600 doenças neurodegenerativas. Percebe as suas principais consequências
Há mais de 600 doenças neurodegenerativas, sendo as mais conhecidas Huntington, Parkinson e Alzheimer (esta...
doenças autoimunes
Sabes o que são doenças autoimunes? Nós explicamos
Numa doença autoimune, é o próprio sistema imunitário que agride o corpo. Por isso, nestes...
prevenção da anemia
Conhece os sintomas e modos de prevenção da anemia
A anemia é uma condição que se caracteriza por um conteúdo reduzido de hemoglobina no...