Doença de Crohn

Doença de Crohn não tem cura, mas pode ser controlada. Sabe como

A doença de Crohn é uma doença crónica, inflamatória e autoimune que pode afetar qualquer parte do tubo digestivo, da boca ao ânus. No entanto, habitualmente, a região mais atingida pela inflamação é o último segmento do intestino delgado (íleon) e o intestino grosso. A inflamação pode ainda afetar diferentes camadas da parede digestiva, originando úlceras. Fica a saber mais.

doença de crohn

Doença de Crohn não tem cura, mas pode ser controlada. Sabe como

Esta doença tem períodos ativos e períodos assintomáticos, que se podem estender durante meses ou anos. A remissão dos sintomas pode acontecer espontaneamente ou estar relacionada com o tratamento farmacológico ou com uma intervenção cirúrgica. Por outro lado, os períodos ativos de inflamação podem manifestar-se sempre na mesma zona do tubo digestivo ou afetar outras regiões.

Doença de Crohn
Causas

Geralmente, a doença de Crohn é diagnosticada em jovens adultos, principalmente fumadores. Ela também é mais frequente em pessoas com história familiar desta patologia.

A origem da doença de Crohn não é totalmente conhecida, consistindo numa reação exagerada do organismo. Ela pode estar associada a alguns problemas, tais como:

  • alterações do sistema imunitário;
  • infeção por um microrganismo desconhecido;
  • reação a certos alimentos.
Sintomas

Os sintomas da Doença de Crohn podem variar, em função da região do tubo digestivo afetada. Alguma da sintomatologia associada a esta doença é:

  • diarreia;
  • dor abdominal;
  • febre;
  • perda de apetite;
  • perda de peso.
Esta doença pode ter como consequências:
colite ulcerosa
Doença de Crohn
Diagnóstico

O diagnóstico da doença de Crohn tem em consideração vários aspetos, tais como:

  • a história clínica do doente;
  • a sintomatologia manifestada;
  • análises e exames que se julguem necessários, como análises ao sangue e às fezes; radiografias; colonoscopia; TAC; ressonância magnética abdominal; entre outros.
Tratamento

Apesar de não ter cura, é possível aliviar os sintomas associados à doença de Crohn e, também, evitar os seus efeitos secundários. A terapêutica varia em função das lesões, complicações e manifestações da doença. 

Em 75% dos casos, pode ser necessário proceder a uma cirurgia, para remover as áreas de intestino afetadas e fazer a anastomose (junção) das extremidades saudáveis. Noutras situações, a extremidade saudável do intestino é ligada a uma abertura na parede abdominal (ostomia) para remoção das fezes.

Paralelamente, é importante fazer uma dieta com baixo teor em fibra e em lactose ou mesmo líquida, em quadros mais severos. Alguns doentes podem precisar de fazer suplementação mineral, vitamínica ou de outros nutrientes.

Se te identificas com alguns dos sintomas enumerados acima, então deves marcar uma consulta de especialidade. Vai a doctorino.pt e agenda já a visita a um gastrenterologista.

Doença de Crohn
Artigos Recentes
doenças neurodegenerativas
Há mais de 600 doenças neurodegenerativas. Percebe as suas principais consequências
Há mais de 600 doenças neurodegenerativas, sendo as mais conhecidas Huntington, Parkinson e Alzheimer (esta...
doenças autoimunes
Sabes o que são doenças autoimunes? Nós explicamos
Numa doença autoimune, é o próprio sistema imunitário que agride o corpo. Por isso, nestes...
prevenção da anemia
Conhece os sintomas e modos de prevenção da anemia
A anemia é uma condição que se caracteriza por um conteúdo reduzido de hemoglobina no...