bronquiolites nas crianças

Como Tratar e Prevenir a Bronquiolite nas Crianças?

A bronquiolite corresponde a uma inflamação aguda das vias aéreas inferiores. Esta patologia é especialmente comum até aos 2 anos de idade, em estações como o outono e o inverno, devido às temperaturas baixas. 

A grande maioria das bronquiolites são causadas pelo vírus sincicial respiratório, apesar de também poderem ser provocadas por vírus como influenza, adenovírus, rinovírus, entre outros. Estes vírus atingem os bronquíolos, vias aéreas que fazem a comunicação entre os brônquios de maior calibre e os alvéolos. A obstrução dos bronquíolos impede a normal entrada do ar nos pulmões, tornando a respiração da criança mais difícil.

Esta é uma doença respiratória bastante contagiosa, que se transmite através do contacto com secreções respiratórias contaminadas, expelidas através da tosse ou presentes nas mãos. Fica a saber mais.

bronquiolite nas crianças
bronquiolite nas crianças

Como Tratar e Prevenir a Bronquiolite nas Crianças?

Como habitualmente esta doença afeta crianças muito novas, que ainda não falam, é especialmente importante estar atento aos sintomas deste problema. 

Numa fase inicial, pode haver lugar a sintomatologia ligeira, como corrimento e obstrução nasais, tosse e/ou febre. Porém, passados alguns dias, é expectável que comecem a surgir sibilos (pieira), irritabilidade, recusa alimentar, apneia (pausas respiratórias), respiração rápida e/ou dificuldade em inspirar e expirar.

Estes sintomas podem durar uma a duas semanas.

bronquiolite nas crianças
Mas por que é que esta doença afeta os mais novos?

De acordo com o pediatra Sérgio Neves,

“A criança pequena tem anatomicamente um pescoço mais curto, uma língua maior, e uma árvore brônquica mais pequena e estreita, que facilmente obstrui com a inflamação desencadeada pelos agentes infeciosos.”

Esta pode ser uma explicação para a bronquiolite ser mais prevalente em bebés com idade inferior a 2 anos.

Convém ainda dizer que nos primeiros meses de vida, as crianças respiram preferencialmente pelo nariz, pelo que “a simples obstrução nasal com secreções pode desencadear dificuldade respiratória e/ou alimentar.”, adianta o pediatra.

Fatores de risco

Apesar da sintomatologia mais severa, na generalidade dos casos, esta é uma doença que pode ser tratada em casa.

Porém, ela pode revelar-se mais grave ou prevalente em grupos de risco, como ex-prematuros, menores com doenças respiratórias crónicas, cardiopatias congénitas, imunodeficiências e com idade inferior a três e seis meses.

Além disso, esta doença é mais frequente em meninos, expostos a fumo de tabaco e não amamentados.

Diagnóstico e tratamento

Como já dissemos, na maior parte das situações, a bronquiolite pode ser tratada em casa, sendo o internamento hospitalar recomendado em caso de hipoxemia (baixa de oxigénio), por exemplo. Em quadros mais complexos, pode ser aconselhada a realização de exames adicionais, como análises ao sangue, radiografia torácica ou colheita de secreções para pesquisa de vírus.

Sempre que a bronquiolite permite o seu tratamento doméstico, há que adotar algumas medidas essenciais. Tendo em conta a idade da criança, a terapêutica não passará tanto pela administração de fármacos, mas antes por outras recomendações, tais como:

  • criar um ambiente seco, arejado e sem fumos ou cheiros fortes;
  • elevar a cabeceira da cama a 30º;
  • desobstruir as vias aéreas, lavando o nariz do bebé com soro fisiológico e aspirando as secreções;
  • fazer mamadas/refeições mais pequenas e com intervalos mais curtos entre elas;
  • oferecer água ou leite materno com mais regularidade.
Prevenção

Para evitar a bronquiolite, e uma vez que esta é uma doença particularmente contagiosa, é recomendada uma lavagem correta e frequente das mãos da criança e dos adultos que contactam com ela, assim como evitar que o bebé esteja com muitas pessoas, nomeadamente que indivíduos com infeções respiratórias, e em ambientes com fumo ou com outros focos de poluição.

Mesmo que não careça de internamento hospitalar, a bronquiolite deve ser diagnosticada e acompanhada por um médico, de modo a que ele possa vigiar a sua evolução. 

Portanto, se achas que o teu filho ou filha pode estar a desenvolver uma infeção respiratória deste tipo, vai a doctorino.pt e agenda uma consulta de pediatria.

bronquiolite nas crianças
bronquiolite nas crianças
Artigos Recentes
Maria Luis capa_blog
A Terapeuta Maria Luís Lopes já está Disponível Para Marcações na Doctorino!
"Ajudar os outros a encontrarem o seu equilíbrio a nível físico, emocional e mental de...
acne capa
Acne: saiba tudo, o que é e como tratar
A acne é provavelmente a doença da pele mais comum na vida dos portugueses. A...
importância da vacinação capa
Importância da Vacinação – 5 razões para se vacinar contra a Covid-19
Como é sabido, a vacina contra a covid-19 não é obrigatória, sendo por isso o...