acne capa

Acne: saiba tudo, o que é e como tratar

Nos dias de hoje, a acne é provavelmente a doença da pele mais comum na vida dos portugueses. A acne vulgar afeta entre 85 a 100% da população em qualquer momento da sua vida, sendo que as faixas etárias mais afetadas situam-se entre os 10 e os 24 anos. Este é um problema muito frequente (e quase universal) durante a adolescência.

Embora não seja considerado grave pela comunidade médica, tem um impacto psicológico importante, dada a idade dos jovens afetados. 

Esse impacto é, de um modo geral, de curto prazo, mas deve ser acompanhado, pois existe o risco de se tornar grave, acompanhando-se diminuição da autoestima que pode conduzir ao afastamento social ou à depressão.

dentista pediátrico

Acne – O que é? 

A acne é uma dermatose caracterizada pelo aparecimento de lesões na pele sob a forma de pápulas, pústulas, cravos (pontos negros/brancos) e, em casos mais graves, nódulos e cicatrizes. Esta traduz-se na obstrução dos poros, devido à produção excessiva de sebo por parte das glândulas presentes nos folículos pilosos (unidades pilossebáceas). Estas lesões favorecem a proliferação da bactéria Propionibacterium acnes, associada à evolução da patologia.

É frequente e comum que no dia a dia, a nomenclatura acne seja muitas vezes substituída por “espinhas”.

Causas da acne?

A acne resulta de um excesso de produção de gordura, da acumulação de células cutâneas mortas que irritam os folículos pilosos e a acumulação bacteriana no meio dessa gordura e células mortas.

Existem factores que podem agravar a acne, tais como:

  • As hormonas masculinas
  • Mudanças hormonais durante o período de gravidez ou relacionadas com o uso de anticonceptivos orais
  • Alguns medicamentos (corticoides, androgénios, lítio)
  • Alimentos ricos em hidratos de carbono, que aumentam os níveis de açúcar no sangue

Outro dado relevante a mencionar é o facto de o stress não ser indicado como uma causa da acne direta, contudo, em alguns casos pode agravar a patologia. Acrescente-se também que não está comprovada a associação entre o aparecimento de acne e o consumo de certos alimentos ricos em gordura ou hábitos de higiene deficiente.

Sintomas da acne?

As glândulas sebáceas produzem excesso de sebo que fica nos poros obstruídos, o que resulta no aparecimento de pontos negros, brancos ou borbulhas. Saiba mais sobre estes fenómenos:

  • Os pontos negros ou comedões abertos são pequenos pontos que aparecem quando a glândula sebácea está fechada
  • Pontos brancos é o tipo de borbulha com uma película branca no topo
  • As borbulhas são habitualmente lesões dolorosas e vermelhas com pus

Nos casos mais graves de acne, formam-se lesões de maior dimensão, que são incomodativas e podem originar cicatrizes permanentes, como pústulas nódulos e quistos.

Cicatrizes da acne

Se for recorrente, a acne pode causar cicatrizes, sobretudo quando existem lesões inflamatórias. Estas cicatrizes são muito variadas, podendo ser: atróficas (deprimidas), hipertróficas e quelóides.

Existem várias opções, devendo sempre ser consultado um dermatologista. Estes são alguns dos tratamentos exemplificativos da remoção da cicatriz:

  • Descamação química
  • Tratamentos a laser
  • Dermoabrasão (remoção da camada superior da pele)
  • Microneedling (terapia de indução de colágeno)

Por norma, estas causam um impacto significativo na vida das pessoas afetadas. Também pode surgir hiperpigmentação pós-inflamatória (manchas escuras residuais).

Diagnóstico da acne?

Regra geral, o diagnóstico da acne é feito por um médico dermatologista, uma vez que existem outras doenças da pele que podem simular esta condição. Não existem análises laboratoriais que permitam confirmar o diagnóstico de acne, e a biópsia cutânea não é habitualmente necessária.

O diagnóstico diferencial inclui várias doenças que podem ser confundidas com acne, tais como: a rosácea, a dermatite periorificial, a foliculite e a pseudofoliculite da barba.

Tratamento da acne?

Uma vez que se trata de uma doença determinada parcialmente pela genética, não existe uma maneira garantida de curar a acne de modo definitivo. Não obstante, há vários tratamentos que reduzem os sintomas de acne de modo significativo.

O tratamento da acne baseia-se na redução na produção de gordura, na aceleração da renovação das células da pele, no controlo da infeção e na redução da infeção. 

De um modo geral, este deverá ser prolongado, não sendo visíveis resultados antes de quatro a oito semanas de tratamento. Estão disponíveis diversos tratamentos terapêuticos, entre os quais:  

  • Tratamentos tópicos (por exemplo em creme, gel ou pomada), como os retinóides, antibióticos, peróxido de benzoilo, ácido azelaico ou ácido salicílico
  • Medicamentos orais (comprimidos), como a isotretinoína ou alguns antibióticos
  • Contracetivos orais e outros tratamentos que atuam a nível das hormonas
  • Tratamento com laser ou fototerapia
  • Esfoliação ou microabrasão cutânea
  • Preenchimento com colagénio das áreas mais afetadas
acne tratamento

Prevenção da acne?

  • Lave as áreas mais problemáticas com uma solução suave, que ajuda a controlar a acne
  • Evite substâncias que possam irritar a pele, bem como o contacto da pele com o cabelo, objetos, suor e gorduras 
  • Nunca esprema as lesões da pele para evitar a formação de cicatrizes ou a infeção
  • Hidratação da pele deve ser realizada com produtos “oil-free”, não comedogénicos
  • A exposição ao sol deve ser controlada. Ter em atenção que alguns dos medicamentos que tratam a acne podem tornar a pele mais sensível ao sol
  • Evitar alimentos com elevado índice glicémico (“doces”)
  • Se quiser usar maquilhagem, faça-o de forma moderada e retire-a ao deitar

A acne é contagiosa?

Esta afirmação é um mito. A acne não é uma doença contagiosa ou transmissível. De facto, a acne não se transmite ou se “pega” por contato direto de pessoa para pessoa.

Em suma:

O aspecto da acne pode facilmente gerar desconforto e mesmo problemas emocionais, pelo que as formas de tratamento em cima mencionadas, para além de melhorar o aspeto da pele, promove também a melhoria da auto-estima pessoal. Por estas razões, é muito importante preservarmos e termos cuidado com a nossa pele. Caso se identifique com este problema, não deixe arrastar a situação, marque uma consulta com um dos nossos dermatologistas no nosso site doctorino e saiba como melhorar a sua qualidade de vida a partir de hoje!

acne dermatologia
Artigos Recentes
Amigdalite: Descubra tudo sobre este problema
Se já sentiu uma dor na garganta ao engolir ou a respirar, tem mau hálito...
Maria Luis capa_blog
A Terapeuta Maria Luís Lopes já está Disponível Para Marcações na Doctorino!
"Ajudar os outros a encontrarem o seu equilíbrio a nível físico, emocional e mental de...
acne capa
Acne: saiba tudo, o que é e como tratar
A acne é provavelmente a doença da pele mais comum na vida dos portugueses. A...