cancro da mama

1 em cada 10 mulheres pode vir a desenvolver cancro da mama. Sabe mais

A 30 de outubro, comemora-se o Dia Nacional de Luta Contra o Cancro da Mama. Esta doença oncológica continua a ser mais prevalente nas mulheres, sendo mesmo um dos problemas de saúde mais comuns no género feminino.

Por ano, são diagnosticados em média 6000 novos casos de cancro da mama no nosso país e cerca de 1500 mulheres acabam por sucumbir a esta doença. Fica a saber mais sobre as formas de tratamento e de prevenção desta patologia.

cancro da mama
1 em cada 10 mulheres pode vir a desenvolver cancro da mama. Sabe mais

O cancro da mama tem origem nos tecidos mamários, normalmente nos ductos ou nos lóbulos. Este cancro pode dividir-se em três tipos principais, de acordo com a sua natureza e comportamento, a saber: cancro da mama não invasor; cancro da mama invasor; cancro da mama metastático.

Sintomas

Além dos exames de rotina, é fundamental estar atento aos sinais de alerta e aos sintomas que este cancro pode manifestar. Eles devem fazer com que se agende, de imediato, uma consulta médica, de modo a confirmar o diagnóstico e a começar o tratamento.

Algumas das manifestações mais comuns do cancro da mama são:

  • existência de nódulo na zona da mama ou da axila;
  • mudança no aspeto do mamilo ou da mama;
  • região mamária escamosa, vermelha ou inchada, com aspeto semelhante ao da casca de uma laranja;
  • retração do mamilo para dentro da mama;
  • aumento do tamanho da mama ou mudança do seu formato;
  • hipersensibilidade na região do mamilo;
  • mamilo com secreções.
Diagnóstico e tratamento

Em caso de suspeita de cancro da mama, o médico deve proceder à realização de alguns exames, nomeadamente: um exame físico, uma ecografia e/ou mamografia, uma biópsia, entre outros meios complementares de diagnóstico que julgue relevantes.

Caso a suspeita se confirme, uma equipa médica irá reunir e ponderar vários aspetos como as caraterísticas do doente, o tipo de tumor e o estadiamento, de modo a determinar qual a terapêutica mais adequada para aquela situação. Os tratamentos podem passar por cirurgia, quimioterapia, radioterapia, terapêutica hormonal e terapêuticas dirigidas.

cancro da mama
Prevenção

Claro que um dos grandes objetivos de todos nós é conseguir evitar esta doença ou, pelo menos, obter um diagnóstico o mais precoce possível, de modo a também conseguir ter um melhor prognóstico médico.

Para tal, é sempre importante manter um estilo de vida saudável, uma dieta equilibrada e uma atividade física regular, de forma a evitar fatores de risco para esta doença, tais como: o sedentarismo, a obesidade, o tabagismo e/ou o alcoolismo.

Além disso, é fundamental fazer todos os exames de rotina recomendados, como o exame clínico da mama e a mamografia de rastreio. Neste momento, a realização deste último exame é aconselhada, de 2 em 2 anos, a mulheres com 40 ou mais anos de idade; ou antes dos 40 anos de idade, no caso das mulheres com maior risco de vir a ter cancro da mama.

Portanto, se tens algum sintoma suspeito de cancro da mama; se tens alguns fatores de risco, nomeadamente historial pessoal ou familiar da doença; ou se não tens feito os exames de rotina recomendados; não adies mais a vigilância desta que, como dissemos, é uma das doenças mais prevalentes entre as mulheres.

Cuida de ti indo a doctorino.pt e agendando uma consulta de clínica geral!

 
cancro da mama

 

Artigos Recentes
Maria Luis capa_blog
A Terapeuta Maria Luís Lopes já está Disponível Para Marcações na Doctorino!
"Ajudar os outros a encontrarem o seu equilíbrio a nível físico, emocional e mental de...
acne capa
Acne: saiba tudo, o que é e como tratar
A acne é provavelmente a doença da pele mais comum na vida dos portugueses. A...
importância da vacinação capa
Importância da Vacinação – 5 razões para se vacinar contra a Covid-19
Como é sabido, a vacina contra a covid-19 não é obrigatória, sendo por isso o...