Eliana Silva
Percurso e a razão pela qual escolheu a sua especialidade:

Desde muito cedo sempre senti muita empatia pelo próximo e, com isso, um grande sentido de ajuda ao outro, sempre com uma visão holística da pessoa. Assim, escolhi o curso de Terapia Ocupacional, visto que todos nós somos Ocupações e assim, poder intervir de forma ativa nas capacidades perdidas ou desajustadas da pessoa.

Que tratamentos realiza no seu dia-a-dia e qual o impacto nos seus pacientes?

Realizo os vários tratamentos com base na reabilitação física e cognitiva. Utilizo técnicas como o treino de força muscular, Bobath, PNF, e outras técnicas de intervenção específicas. Pratico a minha intervenção também no treino de atividades de vida diárias e no ajuste de estratégias e adaptações, nessas tarefas.

Na vida dos meus pacientes, a Terapia Ocupacional tem um impacto bastante significativo, visto que lhes é promovida toda a autonomia que seja possível, com impacto no seu dia-a-dia, não só a nível físico, como cognitivo e social, apesar das incapacidades.

Qual o seu principal target e que tratamentos têm mais procura?

Trabalho na área da Medicina Física de Reabilitação e os tratamentos que têm mais procura, até agora, são para casos de AVC, Lesões Neurológicas, Doenças do Movimento (p.e. Doença de Parkinson), TCE, Disfunções Cognitivas, Doenças Funcionais, Lesões da mão, Ortopedia, entre outros.

Que alterações tem vindo a observar na sua atividade profissional ao longo do seu percurso (por exemplo, procura, necessidades dos pacientes, intervenção do digital)?

A Terapia Ocupacional tem assistido a um crescimento significativo no conhecimento e consciência das pessoas em relação a esta área. Assim sendo, é evidente e notória a procura crescente por esta terapia, desde o acompanhamento na área da intervenção precoce, pediatria, como nos adolescente, adultos e idosos e passando, também, por todas as vertentes envolventes nesta área, desde reabilitação física, como psiquiatria e saúde mental, entre outras.

A maior parte da intervenção da Terapia Ocupacional passa pela presença, apoio e suporte do técnico para o paciente, onde é maioritariamente necessário a presença física do terapeuta no decorrer da sessão, dependendo da patologia e estado clínico do utente (e também da vertente da Terapia em questão).

Ainda assim, tem havido um maior aumento da procura desta área, via digital, derivado à privação ocupacional a que todos fomos sujeitos, com impacto nas rotinas de cada um. Este aumento pela procura da Terapia Ocupacional no digital é positivo visto que demonstra um interesse acrescido, por parte do paciente, no seu tratamento e melhoria.

Em que medida o digital favorece o contacto e acompanhamento dos seus pacientes?

O digital pode favorecer o acompanhamento no sentido em que implica que um familiar ou cuidador tenha de estar presente na sessão (e também colaborar) e, com isso, mais ativo e presente na vida e rotinas do paciente.

Entre o paciente e o técnico, via digital, é possível manter contacto virtual com o paciente mais vezes por dia e não apenas na hora da sessão. O que por outro lado, pode causar maior dependência do utente para com o terapeuta.

Contudo, deve ser referido que, no caso da terapia ocupacional, é difícil tudo o que implica acompanhamento das atividades de vida diárias, virtualmente como por exemplo, higiene pessoal/banho, vestir/despir e alimentação (no caso da população adulta e idosa). E também tudo o que diz respeito ao suporte físico, como a mobilização passiva/ativa, ajustes e alinhamentos posturais ou posicionamentos corretos, etc. deixa de ser possível realizar, visto não haver a presença física do técnico.

 

Terapeuta Eliana Silva Doctorino

 
Artigos Recentes
lanches nutritivos e práticos
7 Lanches Nutritivos e Práticos para levar para a Escola
Queres saber o que não pode faltar na lancheira do teu filho? Damos-te 7 lanches...
regresso às aulas
11 Cuidados a ter com as Crianças no Regresso às Aulas
No regresso às aulas presenciais, mas a escola que vão encontrar tem novas regras a...
mochila adequada para criança
Como escolher uma mochila adequada para criança: dicas essenciais
Na escolha de uma mochila adequada para criança importa estares sensível a alguns pormenores e...